Pesquisar este blog

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Impacto lunar - Um registro histórico feito por sócios do CEAAL/BRAMON/APA




Prezados amigos, Sócios do CEAAL e da BRAMON(Romualdo Caldas e David Duarte)em Maceió-AL (Lat: -9.6205, Long: -35.7200) e Marcelo Zurita e equipe (BRAMON e APA) na Cidade de Araruna na Paraíba (Lat: -6.4523°; Long: -35.6732),  no dia 14/12/2017 no horário das 04:13(Tempo local)/07:13(Tempo Universal), flagraram uma imagem histórica para a Astronomia Nacional. Tudo começou quando, alguns dias antes, a Rede Brasileira de Observações de Meteoros(BRAMON) começou a traçar planos para tentar registrar, na parte não iluminada da Lua, possíveis impactos de meteoritos na superfície de nosso satélite natural. A data escolhida foi a auge da famosa chuva de meteoros Geminídeas entre a noite do dia 13/12 e a madrugada do dia 14/12. Esta data favorecia uma melhor chance de termos sucesso nessa empreitada acima mencionada, pois a Lua estava na sua fase minguante e exibia uma boa parte de sua superfície, não iluminada pelo Sol(escura),voltada para nós. A BRAMON fez a estratégia perfeita, agora, era por as mãos na massa, trabalhar e ter sorte.
Na véspera do dia do evento, Romualdo Caldas, Presidente do CEAAL, informado por Marcelo Zurita de uma live pelo canal do You Tube, realizada pela BRAMON, também comunicou ao Vice-Presidente do CEAAL, David Duarte, da realização da mesma e a possibilidade de participarmos desse importante acontecimento. Nesse live da BRAMON, os sócios desta entidade, afirmaram mais de uma vez, sobre a importância do registro, por mais de uma câmera, de qualquer efeito luminoso na Lua, na mesma hora, minuto e segundo e na mesma região do solo lunar, para que a descoberta pudesse ser aceita e descartar falsos positivos.
Assistimos à live da BRAMON e nos preparamos para o dia seguinte traçando os planos: Utilizar um Telescópio de 8", Montagem altazimutal com acompanhamento, uma boa câmera de vídeo, um notebook com bastante espaço e o local da gravação.
Sabendo que a Lua nasceria por volta das 02:04 da manhã do dia 14/12 e que só poderíamos filmar até por volta das 04:30, visto que o dia em terras nordestinas, começa a clarear por volta desse último horário informado, acertamos os últimos detalhes.
Por volta das 20:00 do dia 13/12, Romualdo foi à nossa sede na Usina Ciência, pegar uma montagem altazimutal com acompanhamento, sua fonte(Pertencentes ao sócio do CEAAL, Evônio), um tubo óptico Schmidt - Cassegrain novinho em folha da MEADE de 8 polegadas(LX 80)e sua buscadora. Contamos com o apoio da direção da Usina Ciência e do vigilante da Usina Ciência, o seu Cícero pela ajuda dada nesta etapa.
Romualdo Chega à sua casa por volta das 20:30, pega sua câmera ASI 1600 Mono Cooled(ainda virgem, isto é, sem sua primeira luz), seus adaptadores e sua fonte e o notebook. O local para a observação e registro definido foi a casa do David Duarte em um condomínio fechado. Romualdo chega à casa do amigo por volta das 21:40 e, de imediato, ambos e a genitora de David Duarte, Lucinha Duarte, começam a ajudar na montagem dos equipamentos. Por volta das 22:50 todos os equipamentos estavam a postos. David ainda informou a crianças do condomínio para assistirem a chuva de meteoros do pátio e para onde olhar. Ouvimos os gritos de contentamento dos pequenos que avistaram meteoros pela primeira vez e isso muito nos animou para nossa própria tarefa.
David e Romualdo examinam os instrumentos

Setup do CEAAL que registrou o evento
Enquanto isso, na Paraíba, mais precisamente na região do Parque Estadual da Pedra da Boca, na cidade de Araruna, os sócios da APA/BRAMON liderados por Marcelo Zurita,  também se preparam:
Setup utilizado por Marcelo Zurita para registrar o evento

Equipe da APA. Marcelo Zurita segura o refletor e a câmera de vigilância que captaram o flash lunar

Com os equipamentos prontos, agora, era só esperar. O céu estava límpido, incrivelmente sem nuvens e observamos a olho nu, vários meteoros e alguns bólidos brilhantes.Por volta das 02:00 da manhã, vimos no lado leste, muitas nuvens chegando e ficamos deveras preocupados com a situação. A Lua nasceu encoberta para nós e, ainda atrás de uma árvore, de modo que só poderíamos observá-la e filmá-la por volta das 03:00 se, e somente se, as ameaçadoras nuvens deixassem...
Foi quando David Duarte disse para mim: Romualdo, acho que essas nuvens vão precipitar... Eu não disse nada mas, pensei: Não, elas não vão fazer isso conosco... cinco minutos depois, senti os primeiros pingos e corremos para proteger os equipamentos(isso era por volta das 03:00 da manhã). Mas, depois, essa agonia dos pingos de chuva que durou cerca de 4 minutos passou e nossos equipamentos ficaram protegidos não sendo afetados. Entretanto, David teve que refazer o alinhamento e, como não havia mais tempo, fez o alinhamento só com um corpo celeste: Marte.
Por volta das 03:30 começamos, sem nuvens e árvore, a filmar e gravar a parte escura da Lua, onde os sócios da BRAMON tinham recomendado. Tudo funcionando, gravando a contento, era só esperar o resultado. Gravamos até às 04:30 da manhã, Tempo Local(07:30 Tempo Universal-UT). Romualdo saiu da casa do David por volta das 04:20 e David ficou gravando até a hora acima mencionada quando o dia começou a clarear.
Praticamente nem dormimos e fomos trabalhar, afinal, quinta-feira é dia de batente. Por volta das 11:00 da manha(14:00 UT), Romualdo vê, no Facebook da Bramon, um vídeo do Marcelo Zurita relatando, da Paraíba, a gravação de um flash às 04:13(07:13 UT) do dia 14/12/2017 numa região acima do Mar da Tranquilidade e abaixo da Mar das Crises e perguntava se alguém mais tinha gravado esse fenômeno. Romualdo sentiu na hora que nossos registros poderiam ter detectado também o efeito luminoso(Caso não tivéssemos detectado juntos, seria, muito provavelmente um falso positivo). O notebook de Romualdo com as gravações, tinha ficado com David, e , Romualdo ligou logo para David, verificar as imagens naquele horário e local. Minutos depois, David retorna dizendo que tínhamos gravado também o efeito luminoso na mesma hora e local da Lua que o vídeo do Zurita exibiu.
 No mesmo instante, mandei mensagem para o Zurita e, depois telefonei diretamente para ele e comuniquei a boa nova. Ficamos exultantes e começamos a divulgar nos grupos esse feito. Em poucas horas, nossa descoberta estava sendo divulgada em meios de comunicação e recebíamos felicitações de todos.
Foto do ponto luminoso registrado por Romualdo e David

Ponto luminoso registrado por Marcelo Zurita



Ambas as imagens lado a lado

Nossas gravações estão sendo tratadas por softwares especiais indicados pela NASA, para a gente enviar nossos dados para serem analisados por especialistas de várias agências no mundo. Com esses nossos vídeos dá, pelo menos, para calcular a quantidade de energia liberada pelo impacto, se formou cratera, o tamanho do meteoroide que se chocou com a Lua e sua velocidade na hora do impacto. Vejam abaixo os vídeos no momento da liberação do flash de energia:


Vídeo do registro do Marcelo Zurita

Agradecemos a todos do CEAAL e da BRAMON pelas felicitações e, enquanto respirarmos, seguiremos em frente. Um bom final de semana a todos.

NOTA - Avani Soares, Astrônomo Brasileiro e notável astrofotógrafo planetário/lunar, através de suas excelentes fotos lunares, mostra o provável local da queda do meteorito na Lua e, promete, fotografar a área, em breve, para registrar a possível nova cratera produzida pelo impacto:


segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

CEAAL comemora dia Nacional da Astronomia

Prezados amigos, no sábado dia 02/12/2017 o CEAAL comemorou o dia Nacional da Astronomia. Como não podia deixar de ser, fizemos observações telescópicas para um bom número de visitantes, apesar do céu parcialmente nublado. Algumas pessoas conseguiram tirar fotos da Lua através de nosso telescópio refletor. Ajudamos ainda um casal novato em Astronomia que adquiriu seu primeiro telescópio - Newtoniano - com dicas importantes no alinhamento, na colimação, montagem, proteção e limpeza de seu instrumento óptico. Ainda testamos um novo telescópio Schimidt-Cassegrain LX 80 da MEADE na observação de objetos de céu profundo, demonstrando uma óptica impecável que correspondeu às nossas expectativas. Concluímos nossas atividades às 23:30. Vejam as fotos abaixo e uma boa semana a todos.
Visitantes observando a Lua

David ensina fundamentos sobre telescópios


Telescópio MEADE LX 80 novinho em folha

Achando objetos de céu profundo. Mais um telescópio para servir ao público.


sábado, 2 de dezembro de 2017

Dia Nacional da Astronomia

Prezados amigos, o Centro de Estudos Astronômicos de Alagoas(CEAAL) vem desejar a todos que trabalham com a Astronomia em território nacional, um feliz dia nacional da Astronomia(02/12/2017). Este dia foi escolhido em homenagem à data de nascimento do Imperador D.Pedro II um grande entusiasta e colaborador da Astronomia. O CEAAL comemora hoje, esta data com observações na Usina Ciência, na AV. Aristeu de Andrade, 452, Farol. Venha comemorar conosco.

D.Pedro II Patrono da Astronomia do Brasil

Parabéns a todos que lutam e defendem esta nobre Ciência

domingo, 26 de novembro de 2017

Assim se vai aos Astros, no Portal dos Gregório. Novembro de 2017

Além da Missa, a qual Dona Dáia foi convidada, nós do CEAAL disponibilizamos um telescópio SKY Watcher de 90 milímetros e a meninada fez a festa com a Lua. Na comemoração pela comunidade houve também Primeira Comunhão e meio mundo de batizado de adultos e crianças.






































Nós do  CEAAL disponibilizamos um telescópio para a meninada fazer festa com a Lua.
Uma boa semana a todos.